Como Manter o Foco e Potencializar sua Produtividade

Melhorar a qualidade do foco é vital para aumentar sua produtividade

Hoje em dia a produtividade está no centro de qualquer empresa. Os funcionários produtivos são valorizados e buscados para poderem render mais. Mas engana-se quem acha que as pessoas multitarefas, que realizam várias ações ao mesmo tempo, são as mais desejadas pelos recursos humanos. O que vale é a capacidade de manter o foco e a disciplina para o trabalho ter mais qualidade. Isso porque, quando se perde o foco a pessoa desperdiça tempo e energia e, consequentemente, não está sendo produtiva.

Esse é o maior objetivo do Curso O poder do foco, do Paulo Vieira.

O desafio hoje é justamente manter a concentração diante de tantas distrações: o maior e mais rápido acesso às redes sociais, aplicativos de mensagens instantâneas que nos conectam a parentes, amigos e colegas o tempo todo, além do grande número de informações a todo o momento, tudo conspira contra nossa produtividade.

Queda de produtividade é vista nas empresas

Não é à toa que tem havido muitos problemas de baixa produtividade nas empresas. Especialistas em consultoria apontam diversas falhas nos processos internos, aumento do chamado retrabalho, desvios de qualidade da produção, tudo decorrente da pouca concentração naquilo que está sendo feito. Por isso, manter o foco é um dos caminhos que devem ser trilhados para quem busca ser mais produtivo no ambiente de trabalho.

A produtividade leva em conta a qualidade das tarefas importantes a serem realizadas e não a quantidade de atividades que você se dispõe a fazer. Aqui menos é mais. O segredo é escolher e priorizar aquelas ações que trarão maior retorno. E quando definir quais são as tarefas a serem executadas, você deve ter disciplina para manter o foco até a sua conclusão. Consultores observam que, quanto mais foco você tiver, mais qualidade sua tarefa terá.

Siga alguns passos para melhorar o seu foco

Mas para que você aumente a sua produtividade, o foco precisa ser estimulado. Para isso, é importante você observar dentro de si mesmo as causas de sua perda de concentração. O que distai você? De quanto em quanto tempo você perde a concentração durante uma tarefa? Que ferramentas levam você a parar o que está fazendo: notícias, redes sociais, e-mails, música, conversa de algum colega?

Outra forma de você melhorar a sua capacidade de focar-se em algo é realizar exercícios de respiração e até mesmo de meditação. Você se acalma, diminui a ansiedade, recupera o controle da situação e pode retomar a execução da tarefa sem desvios de distração.

Clique aqui para saber mais sobre o poder do foco: https://carreiraeempreendedorismo.com/o-poder-do-foco

Além disso, vale seguir aquelas dicas básicas, porém essenciais no dia a dia do trabalho: procure detectar qual horário do dia você produz mais e aproveite para fazer as atividades mais vitais. Faça uma rotina para que esse período seja o de melhor concentração. E se você tem uma tarefa muito grande ou importante para finalizar, bloqueie as distrações: deixe o celular no silencioso, saia das redes sociais, não acesse os e-mails, enfim, se afaste de tudo aquilo que tira o seu foco.

Emagrecimento saudável: veja como perder peso sem passar fome

Uma alimentação feita de forma equilibrada é essencial para manter o bom funcionamento do corpo e, consequentemente, perder peso sem abrir mão da saúde. Afinal, quem não deseja ter um corpo em forma e ainda manter a saúde em dia? Por esse motivo, mostraremos a seguir alguns passos importantes para atingir esse objetivo.

Como realizar um emagrecimento saudável?

Para um emagrecimento saudável, é preciso adquirir todos os nutrientes necessários para o organismo, sem que, dessa forma, seja adquirido um peso extra.  Por essa razão, as dietas radicais não são indicadas pois, além de não oferecerem o que o corpo precisa, podem fazer com que em qualquer descuido com a alimentação os quilos perdidos voltem com mais rapidez.

Por isso, não são recomendadas as dietas onde dizem ser preciso passar fome para que o peso seja controlado. O que é necessário para ter um resultado duradouro e eficaz, é realizar uma reeducação alimentar, com a ingestão de alimentos saudáveis. O ideal para montar o seu cardápio individual, é que busque as orientações de um nutricionista.

Saude em Foco

Alimente-se mais vezes e em baixa quantidade

Para alcançar uma redução satisfatória de peso, é imprescindível reduzir o consumo de calorias diárias. Para isso, o recomendado é fazer um intervalo de duas a três horas entre as refeições. Isso porque, ao se alimentar antes de estar de fato com fome, ajudará a equilibrar a quantidade de alimentos ingeridos.

Prefira alimentos integrais

Os alimentos integrais possuem um alto teor de fibras, o que ajuda a manter a sensação de saciedade. Além disso, esses alimentos são mais saudáveis e ricos em vitaminas e sais minerais.  Porém, é importante lembrar que os alimentos integrais podem ser mais calóricos e, por esse motivo, devem ser consumidos sem exagero.

Coma esses alimentos antes e depois das principais refeições

O ideal é consumir um prato de salada anteriormente ao almoço ou jantar, pois, dessa forma, será possível controlar o apetite. Após essas refeições, recomendamos que a sobremesa calórica seja substituída por uma fruta. Dessa forma, o seu organismo receberá as fibras e nutrientes essenciais, além de fazer com que a sensação de saciedade seja prolongada.

Não seja radical

O ideal é que a dieta seja feita de forma gradual, sem radicalismos. Isso significa que você poderá se alimentar de alguma guloseima de vez em quando, mas sempre de forma moderada. Um ponto importante é fazer a substituição de alguns ingredientes por opções mais saudáveis, sempre que possível. Dessa forma, alimentos como bolos e pizza poderão ser incorporados, sempre com moderação.

Mantenha o foco e pratique atividades físicas

Para um emagrecimento saudável, é essencial manter sempre em foco o seu objetivo, o que você espera atingir com a dieta e, consequentemente, ter em mente que a reeducação alimentar é o melhor caminho. Seguindo essas dicas com dedicação, será possível alcançar o corpo desejado. Além disso, para manter os resultados, o recomendado é que sejam incluídos em sua rotina a prática de atividades físicas regulares.

Conheça o programa pro ser saude, do dr. uronal zancan, para que você tenha acesso a mais informações sobre como ter uma super saude, atrelada a atividades fisicas regulars, alimentação saudavel e bem-estar,

O Segredo do Sucesso: FOCO

Sabe qual é o segredo dos grandes empresários e atletas? FOCO. Veja o vídeo abaixo e descubra como!

Como a alimentação pode influenciar a insônia

A insônia é um problema que atinge muitas pessoas e que pode atrapalhar a vida de várias formas. Quando não dormimos bem, isso afeta nosso organismo, nosso dia a dia e até mesmo nossa saúde. Por isso existe o programa vencendo a insonia.

O que muitos não sabem é que a alimentação pode afetar a qualidade do sono. Consumir os alimentos certos, nos horários corretos, pode nos ajudar a dormir muito melhor. Da mesma forma, consumir os alimentos errados fora de horário pode prejudicar muito o sono.

alimentos-para-insonia

Quais alimentos consumir antes de dormir

Existem alguns alimentos e bebidas que estimulam a produção de certas substâncias no organismo e ajudam a relaxar. Inclui-los na dieta pode melhorar suas noites de sono e combater a insônia.

O segredo é comer alimentos que contém um aminoácido chamadotriptófano. Essa substância, quando chega ao cérebro, estimula a produção de serotonina, que ajuda a regular o sono.

Alguns alimentos são ricos em triptófano e, portanto, é indicado ingeri-los no período noturno. Dentre eles podemos citar:

  • Frango;
  • Peixe;
  • Peru;
  • Ovos;
  • Feijão;
  • Iogurte;
  • Leite;
  • Aveia;
  • Tâmaras;
  • Milho;
  • Linhaça;
  • Castanhas;

No entanto, para que o efeito do triptófano seja mais rápido e eficaz, é preciso consumi-los combinados a algum carboidrato, como mel ou grãos.

O carboidrato estimula a produção de insulina. A insulina age eliminando os outros aminoácidos do sangue. Dessa forma, o triptófano tem o caminho livre para chegar mais rápido ao cérebro.

Quais alimentos evitar antes de dormir

Alguns alimentos, diferente daqueles que contém triptófano, podem atrapalhar o seu sono e provocar a insônia. Portanto, devem ser evitados no período noturno. E também não é recomendado consumi-los em excesso ao longo do dia. são eles:

  • Alimentos e bebidas que contém cafeína: a cafeína é um estimulante natural muito forte. Portanto, é bom evita-la pelo menos três horas antes de dormir. Além do café, ela está presente nos refrigerantes de cola, nos energéticos, em alguns chás (mate, verde, preto) e no chocolate.

 

  • Alimentos que dificultam a digestão: ter uma boa digestão é essencial para ter uma boa noite de sono. Portanto, alimentos que tem um processo digestivo mais difícil podem causar insônia. Dentre eles: alimentos ácidos como molho de tomate, muito gordurosos como as frituras ou muito temperados.

 

  • Alimentos termogênicos: os termogênicos são os alimentos que aumentam a temperatura corporal e aceleram o metabolismo. Isso impede o cérebro de relaxar e atrapalha na hora de dormir. Dentre eles estão: a pimenta, o gengibre e a canela, além dos que contém cafeína já citados.

Cuidado com os excessos

Como dito anteriormente, uma boa digestão é muito importante antes de dormir. Porém, não é só o tipo de alimento que a influencia. É preciso também tomar cuidado com a quantidade que você come. Comer demais antes de dormir pode atrapalhar completamente a sua noite de sono.

E aqui vai mais uma dica para dormir melhor: além de cuidar da sua alimentação, conheça também o Vencendo a Insônia, acessando o link aqui: http://comoacabarcominsonia.com/vencendo-a-insonia

Se você está tendo problemas para dormir, invista nos alimentos ricos em triptófano, sempre acompanhados por um carboidrato. Além disso, evite aqueles que contém cafeína ou atrapalham a digestão.

9 passos para transmitir energia positiva através do Reiki

Neste artigo você aprenderá como aplicar o Reiki sem complicações, lembrando que esta energia é muito poderosa e pede ética e responsabilidade por tratar-se de uma terapia holística onde possui inteligência e consciência própria, agindo na cura do paciente de acordo com a sua enfermidade.

O Reiki não pode ser utilizado em duas situações:

  1. Em caso de cirurgia onde ela pode causar hemorragia interna,
  2. E em conjunto com anestesia, o próprio Reiki já é um anestésico e pode retirar o efeito de outras anestesias.

reiki

Aprenda como aplicar o Reiki

Passo 1: inicie esfregando as mãos para fazer uma invocação e abrir os canais receptores, neste momento peça para que a energia Reiki esteja presente e que cure a pessoa em que você vai aplicar – ( também pode ser aplicada em um animal ou planta).

Quando estamos aplicando o Reiki nós nunca estamos sozinhos, por tanto mentalize seus mestres e professores, pedindo a Deus a presença deles em espírito naquele momento, para que possam te auxiliar.

Passo 2: Ao executar o primeiro chakra, demore um pouco mais neste para que os canais condutores e receptores fiquem abertos e aptos, fazendo com que a energia Reiki flua com facilidade.

Passo 3: Nas próximas posições você pode demorar  dois minutos e meio em cada, mas não precisa cronometrar, você terá um insight assim que a energia começar a fluir.

Passo 4: A partir do momento em que você iniciar a sessão não tire mais as mãos do paciente, romper está conexão energética pode causar um choque.

Passo 5: A aplicação do Reiki pode ser realizada em qualquer lugar, e sempre que houver necessidade. O toque deve ser leve e sem pressão algo praticamente imperceptível.

Passo 6: Quando estiver finalizado o último chakra, junte novamente as suas mãos, eleve seus pensamentos a Deus agradeça pela oportunidade de você ter sido um canal de cura através do Reiki, não se esqueça de também agradecer aos seus professores e mestres que estiveram presentes todo o tempo em espírito.

Passo 7: Para finalizar assopre as palmas de suas mãos para que você possa se desconectar do paciente e quebrar qualquer vinculo e empatia que pode ser gerado entre você e ele.

Passo 8: A energia do Reiki trás uma sensação de relaxamente e imensa paz, por tanto é normal e muito comum que o paciente adormeça durante a seção. Neste caso o desperte com um toque leve, e deixe que o paciente se levante sem pressa.

Passo 9:  Ao final da seção não se despeça com pressa do paciente, de uma atenção a ele, pois muitas vezes o paciente sente a necessidade de desabafar ao final da seção.

Neste artigo eu trouxe algumas dicas sobre a aplicação do Reiki, para um conhecimento mais afundo não deixe de se especializar em um curso para que você possa conhecer a história do Reiki, como utilizar os seus símbolos e também o funcionamento de cada um dos chakras.

 

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén